Destaques

Aterramento: Utilidade e Importância

Postado por Danilo Augusto na categoria Manutenção e Hardware no dia 24-05-2010

5

Falaremos hoje sobre um tópico que tem sido destacado nos cursos técnicos e superiores de TI – principalmente nos de infraestrutura – mas que na prática não tem recebido a devida importância. Falaremos sobre o aterramento.

Para muitos profissionais da área de infraestrutura e principalmente da área técnica de hardware, a utilidade e a importância de um bom aterramento ainda são pouco conhecidas. Apesar ter cada vez mais destaque nos cursos técnicos e superiores de TI, o aterramento ainda é deixado em segundo plano – ou nem é lembrado – ao se projetar a rede elétrica de um prédio/casa. São comuns as situações onde um pseudotécnico diz ao usuário que “pode quebrar aquele terceiro pino ou usar um T (ou benjamim)” para descartar o aterramento. Isso é ridículo! Como um profissionais chega ao ponto de ignorar algo que foi tão martelado nos cursos que ele frequentou e que é tão importante para a segurança do usuário e do próprio equipamento? A discussão de hoje irá abordar os principais conceitos referentes ao aterramento e sua importância para o funcionamento dos equipamentos que dele precisam.O aterramento da rede elétrica é definido internacionalmente pela norma EIA/TIA 607A. Nesta norma estão especificados todos os procedimentos, equipamentos e tolerâncias de medidas que devem ser utilizadas na hora de projetar e construir um aterramento.

A “preocupação do aterramento” basicamente se restringe à segurança das pessoas que usam os equipamentos de informática – computadores – e ao bom funcionamento dos próprios equipamentos.

Utilizando um eletrodo de aterramento – como também é chamada a haste de cobre – a energia estática acumulada na carcaça metálica destes equipamento terá por onde escoar e não causará choques nem funcionamento intermitente destes equipamentos. Para quem não sabe, as tensões geradas pelo atrito entre os corpos – o qual chamamos de energia estática – podem chegar a 40000V se não forem dissipadas por algum condutor. E como foi dito anteriormente, o fio terra ligado a haste de aterramento são os responsáveis por escoar toda essa energia acumulada nos corpos.

A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), que é o organismo responsável pelas especificações técnicas e normatização de produtos, serviços e instalações, definiu 4 níveis baseados na resistência do aterramento para se determinar sua qualidade.

  • Entre 0 e 5 Ohms —> Excelente;
  • Entre 6 e 15 Ohms —> Ótimo;
  • Entre 16 e 30 Ohms —> Aceitável;
  • Maior que 30 Ohms —> Condenado, ineficiente;

Essa medição é feita através de um aparelho medidor de resistência de aterramentos, o chamado terrômetro.

Além de existir essa maneira para se verificar a qualidade do aterramento, existe outra maneira que diz que a tensão medida entre o neutro e o terra não pode ser maior que 5V nem igual a 0V. Confesso que não sei de onde veio esta definição nem com base em que ela foi formulada, mas é muito comum ouvir pessoas ditarem esta regra.

Alguns cuidados devem ser tomados ao construir uma malha de aterramento. O primeiro é que só deve haver um único aterramento para o prédio/casa, pois se houver várias hastes atuando cada uma com um aterramento independente, poderá surgir uma tensão entre elas que inutilizará todo o trabalho feito para se construir a malha.

O segundo cuidado é que nunca se deve usar o fio neutro ligado ao pino terra da tomada, pois a corrente de um curto circuito na rede elétrica e correntes de fuga irão para o pino terra fazendo com que ele se torne, além de inútil, perigoso.

É isso daí pessoal. Dúvidas?

Comentários (5)

[...] This post was mentioned on Twitter by I/O Tecnologia, I/O Tecnologia. I/O Tecnologia said: #Aterramento: Utilidade e… http://goo.gl/fb/YJjG2 #manutençãoehardware #eletricidade #energia #redeelétrica [...]
Um belo post. Talvez este ou o próximo ano eu farei um aterramento aqui em casa.

Dúvida: Como eu farei para verificar se meu aterramento está de acordo com o aceitável/excelente?

Você pode comprar um terrômetro – que é muito caro. Mas se você usar um multímetro medinda tensão entre o neutro e o terra, e o valor medido for maior que 0V e menor que 5V, é porque ele está dentro dos padrões.
Ainda bem q planejei uma casa com aterramento
pô… tópico bastante interessante!!!!

mto bom o blog já há um mês faz parte dos favoritos do meu navegador e meu (kkk)

parabens ao Danilo Augusto q to virando fã pelos comentários e posts.. parabens cara e traz pra gente mais e mais novidades… muito massa o blog…

abração

Deixe um comentário